Um mutirão com o objetivo de encerrar milhares de processos por meio de acordos ocorre nesta semana, entre os dias 22 e 26 de maio, em todo o país. O TRT da 2ª Região participa da 3ª edição da Semana Nacional da Conciliação Trabalhista, promovida pelo Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT). Mais de 7 mil sessões conciliatórias estão pautadas no âmbito do TRT-2, com previsão de solução em até 30% dos casos.

Neste ano, as novidades são a realização, em paralelo, da Semana da Conciliação em Empresas de Telecomunicações e da Semana da Conciliação Itinerante em Santos, no litoral paulista. Além disso, 48 servidores e magistrados que estão fazendo o curso de formação e capacitação de conciliadores da Escola Judicial do TRT-2 (Ejud-2) participarão do evento, realizando um estágio supervisionado. O intuito da semana é proporcionar celeridade aos processos e aprimorar os meios consensuais de resolução de conflitos.

Audiências

As 7.160 sessões de conciliação pautadas neste ano ocorrerão das 9h às 17h nos três Centros Judiciários de Solução de Conflitos (Cejuscs) da capital (Sede: 1.080; Sul: 130; e Leste: 280) e no Fórum Trabalhista de Santos (245), somando 1.735 no âmbito do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec-2). Além dessas, estão designadas audiências nas 217 varas do trabalho (25 em cada, ou 5.425 no total). As inscrições de processos estão encerradas.

Na edição anterior da Semana Nacional da Conciliação Trabalhista, realizada em junho de 2016, houve 9.204 audiências que resultaram em 3.118 conciliações (33,88% de índice de solução) no âmbito do TRT-2. O valor total arrecadado foi superior a R$ 63 milhões. Em todo o Brasil, foram feitas 68.374 audiências, com 160.931 pessoas atendidas. Foram homologados 26.840 acordos, que arrecadaram mais de R$ 620 milhões aos trabalhadores.