Ir para conteúdo principal Ir para o bloco de navegação

Dissídio coletivo: partes concordam com proposta do TRT-2

Nessa quinta-feira (24), o Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região realizou audiência de instrução e conciliação envolvendo a Companhia Brasileira de Cartuchos (suscitante) e o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Químicas, Petroquímicas, Farmacêuticas, Tintas e Vernizes, Plásticos, Resinas Sintéticas, Explosivos e Similares do ABCD, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra (suscitado).

 

Considerando as propostas apresentadas pelas partes, bem como a ata de assembleia juntada, e após reuniões agendadas e acompanhadas pelo TRT-2, por meio do economista Pedro Jorge de Oliveira, servidor vinculado à Vice-Presidência Judicial do tribunal, a desembargadora vice-presidente judicial, Sonia Maria Prince Franzini, que conduziu a audiência, fez a seguinte proposta final de conciliação:

 

1) Aplicação da planilha de turnos de fl.89, que inclui os itens "1" e "2" propostos pelo sindicato à fl. 86v.;

 

2) Manutenção da reunião agendada para o dia 15/03/2011, que visa discutir PPR e o Estatuto da OLT;

 

3) Compensação financeira no valor de R$ 800,00 em parcela única, no dia 21/03/2011, sendo R$ 500,00 em dinheiro e R$ 300,00 em tíquete-refeição.

 

As partes aceitaram a proposta apresentada, e o Ministério Público do Trabalho nada opôs.

 

Determinada a distribuição, foi sorteada relatora a desembargadora Vilma Mazzei Capatto, a quem os autos serão enviados.

 

Fonte: termo de audiência nº 020/11 (processo nº 2001800-67.2011.5.02.0000)